segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Palavras para quê se cada foto vale mil!












 Aquele majestoso e misterioso lago que muitos de vós conheceis; implacável a quem o não sabe compreender, contudo acolhedor a todo aquele que o sabe apreciar e respeitar…

5 comentários:

TINTINAINE disse...

Onde conseguiste tão belas fotografias?
Algumas delas já conheço, mas tens algumas completamente novas!

António Querido disse...

Cada foto val milhões, estou-me a lembrar dos mergulhos que nós dáva-mos daquelas rochas para as águas do nosso lindo Lago, tempo maravilhoso para mim, afastando da memória aquele dia, em que ouvi as rajadas de metralhadora e as munições a cortarem o capim por cima das nossas cabeças! Todos temos a nossa história, umas mais engraçadas, outras nem tanto!

Um Abraço
Páscoa

Artur Sousa (Leiria) disse...

Assumo que já alguma vez ouviste falar na NET, certo?
É isso Capitano, (pm) com este engendro, só falta captarmos a cor das cuecas das senhoras. Ainda tenho mais, só que não devo dar-vos uma barrigada delas, que às tantas podem-se afogar com a farturinha, (p m) como se a água nelas se tornasse palpável, real e perigosa para os que não nadam.
Já que estamos no bate papo, Magistrado, precisava duma foto do Marcolino da época, para colocar entre a minha e do cabo de mar, pela razão de que lhe prometi colocar lá, quando lhe o enviei o email da peripécia como sugeriste, mas o malandro deve sofrer de perguicite (pm) aguda, ou então o com(putas) dele só fala Algarvéu.
PS: (pm) significa palavra minha, e porque não, quando os brasílicos (pm) são autorizados a esfarrapar a minha/nossa/deles (?) LINGUA LUSA…!?

CARRAPATOS...

edumanes disse...

Não nos faças mais sofrer,
Com toda aquela beleza
Como poderemos esquecer
As coisas belas da natureza.

Metangula dos nossos tempos,
Aquela imagem linda mostra
São verdades e não eventos
Quem de Metangula não gosta?

Será que é sonho ou realidade,
Que tive ao ver estas imagens
Estiveos em Metangula é verdade
Recordo o Logo e suas margens.

Amigo Artur, simplesmente, fantástico.
Um abraço, até sempre
Eduardo.

Valdemar disse...

Sinceramente o Artur e Valdemar Alves, não param de nos surpreender. Conseguem as coisas mais maravilhosas e actuais, e nós por cá a apanhar bonés. Em muitos casos não fossem eles e nós nunca viriamos a tomar conmhecimento delas.
Depois ainda brincam com a nossa ansiedade.
Vejam só esta do Artur com medo que possamos apanhar um enfarte se enviasse mais destas.
Olha Artur o que te peço é que não nos faças sofrer por tempo indeterminado! tem um pouco de compaixão e no decorrer desta semana e dado este frio que nos tem apoquentado, manda mais um pouco da água morna do nosso Lago para nos aquecermos.
Um abraço Niassense e faz ver ao Tintinaine que daí consegues pescar melhor no Lago Niassa do que ele do Mar da Póvoa. Não é das Caxinas.