domingo, 16 de janeiro de 2011

Highway of Heros...



Os Canadianos são Heróis!
Double click no link em baixo, logo ao abrir, avançar
 com o rato ou com a seta de avanço, que deverá trabalhar.



Rota dos Heróis
Recentemente, como se pode observar na foto, foi inaugurada uma rua aqui em Toronto pelo Presidente da Câmara David Miller; o que está à direita. Penso que foi a acção mais honrosa que este homem fez nos seus oito anos no governo como presidente da referida a cima.
Este senhor, que desistiu de concorrer às próximas eleições, tem mais ao menos uma posição política igual há do Sócrates: socialista como ele, e, destruidor do erário público como marujo bêbado ao chegar ao novo porto! Mas não é essa a razão deste meu artigo, por isso, em frente. Como sabem, o Canadá, como país humanitário, tem compartilhado, de certa forma neutra, em muitos dos teatros das guerras, desde a Segunda Guerra Mundial até às guerras contemporâneas, muito em especial fazendo parte das tropas da ONU e NATO, entre outras, como preservadores de paz. O Canadá, aos olhos das nações tem talvez a maior e melhor credibilidade de todas elas! Claro que, uma vez que ele (Canadá) está debaixo da “umbrella”- chapéu dos americanos - os quais nos vão defendendo as costas... obviamente há que retribuir. Por isso, numa forma pacífica, vai este grande país colaborando em missões desta natureza, ao que logicamente, não faz mais do que a obrigação em fazê-lo, como muitos outros países da "North Atlantic Treaty Organization", (NATO) incluindo Portugal que o vai fazendo também.
Infelizmente, já lá vão 147 briosos soldados que pagaram o preço derradeiro com as suas vidas, sendo um coronel o mais graduado a pagar com a sua vida também, no conflito de hoje - Afeganistão. Todavia, olhando a que é uma guerra de terrorismo, esta jamais poderá ser ganha!? Tomar em consideração que os guerrilheiros da facção inimiga são os suicidas de Deus, convencidos que ao fazê-lo conseguirão lugar privilegiado junto ao seu Deus Alá. Quase todas as semanas temos a triste nova de que mais uma vida foi ceifada com engenhos engendrados como bombas feitas pelos inimigos em forma de mina, ou um qualquer auto suicida de colete explosivo à sua volta, porque não quer morrer só, na sua guerra santa (Holly War).


Sempre que um herói tomba, é com todo o cerimonial de honras que é recolhido e transportado em avião militar para a Base Aérea de Trenton, que fica a meio caminho entre Ottawa e Toronto. Daí, debaixo das cerimónias que lhes são honorificas são transportados em procissão fúnebre, por mais de 100klms pela conhecida auto-estrada 401, que foi cognominada: - Auto-estrada dos Heróis, há anos atrás. São impressionantes as pessoas com bandeiras nas pontes, sobre a dita estrada dos heróis, braços no ar cantando hinos de louvor, incluindo carros de bombeiros e ambulâncias com as luzes de emergência a rodar, quando lá longe vem aparecendo o cortejo que a alta velocidade  se faz sentir, com a sua meia centena de carros com luzes piscando, e que ao passar por debaixo das pontes, onde estão todos os seus adeptos a honrarem tão  derradeira efeméride... Mais à frente, encontramos a Don Valley Parkway, a auto-estrada que os leva à rua do novo nome, que o Presidente da Câmara elegeu, como que se pode ver na foto, e, esta finalmente leva-os à morgue dos heróis. Daí são transportados com as mesmas honras às suas terras natais…

Estes jamais morrerão porque jamais serão esquecidos!

Paz às suas almas!

Nota: Este foi um artigo que coloquei no blogue o ano passado e, ao receber este power point do Rosa da Silva achei por bem que iria complementar esse meu prévio artigo. Por isso, trago-o novamente à luz do dia; só que ficará em débito o link mais apropriado para se verem as fotos referentes as cerimónias fúnebres, aquando da repatriação dos heróis que vão tombando no Afeganistão, à sua pátria - o Canadá.

4 comentários:

Valdemar disse...

Aqui há gato!... The code it's too big and I can't see anything!?!
Valdemar Alves

Artur Sousa (Leiria) disse...

Oh Valdemar; eu por acaso consigo ver. O problema e que isto 'e em ‘Power Point’ que não trabalha da mesma maneira como o 'you tube'. Vamos lá ver se o comandante consegue fazer alguma coisa com isto. No entanto se fizeres o ‘double click’ na linha de cima deveria abrir como acontece comigo.
Um abraço.

J. Rosa Silva disse...

Eu também não consegui aceder.
Mas agrdeço ao Leiria a explicação sobre a cerimónia descrita, que achei verdadeiramente impressionante.
Um abraço

Fuzo de agua doce disse...

o Afeganistão, vai ser outro Vietnam, com uma grande diferença, enquanto aqui a guerra era com os Americanos, no caso presente estão envolvidos muitos Países, cada qual com os seus mortos para lamentar, e a saga vai continuar se não se arrepiar caminho, francamente não sei qual, mas por este já se viu que não tem saída.
Um abraço
Virgílio