sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

(Des) alegra-te Manuel Cobarde…

Nos termos da Constituição da República Portuguesa, compete ao Presidente da República Exercer as funções de Comandante Supremo das Forças Armadas


Ora,
Como podemos confiar no Candidato Manuel Alegre para o exercício de tais funções quando nos momentos difíceis desertou do exército e não só segundo consta... Será um cobarde mas patriota não!
O texto que se segue é elucidativo.
Também gostaria de voltar a ouvir essas gravações da Rádio Argel - que tantas vezes ouvi em Angola.
Se é que não foram destruídas.
Ribeiro Soares

Cobarde!

Por Dr. José Maria Martins
Alegre, ao usar os seus conhecimentos de aspirante miliciano do exército português para dar informações ao MPLA, à UNITA ou à FNLA sobre as posições dos militares portugueses, para serem atacados, ele não passará de um cobarde traidor.
Cobarde traidor porque Portugal só dominou Angola, Moçambique, Brasil, Timor, Guiné, usando as leis do Tempo, as leis de domínio e que permitiram aos lusitanos criar um Estado - estou mesmo tentado a dizer o mais ético e heróico Estado Europeu nos 5 continentes da Terra - grande em nome da cultura europeia, da religião europeia, dos valores europeus na época.
Portugal e o Povo Lusitano são os maiores, os mais nobres Povo e Estado da Terra!
A verdade de que Manuel Alegre na Rádio Argel ia noticiando as posições dos nossos soldados transforma-o num traidor e cobarde sem nome. Um cobarde!
Porque teria contribuído para a morte de militares portugueses. Traindo a nossa história de Povo conquistador , precisamente o contrário do que se quer fazer:
Um Povo de panasquices, de incompetentes, de miseráveis.
Dito isto, eu peço aos que saibam que Manuel Alegre noticiou as posições das nossas Forças Armadas em Angola que ponham no ar as suas palavras na Rádio Argel.
Manuel Alegre tinha o direito de lutar pela independência dos Povos, não tinha o direito de propiciar a sorte, a morte, de militares portugueses.
E eu digo-o até com legitimidade, porque o meu querido e defunto irmão foi militar em Angola, defendeu a nossa Pátria e morreu feliz, já com 61 anos, em 2006, perfumado pelas honras de militar português, de grande homem que não morreu cobarde por ter fugido. Furriel Miliciano NM-02806664!
Como sabemos Manuel Alegre não tem obra política feita. É um poeta, um escritor...nada mais ! O seu percurso de estudante foi uma lástima...um boémio...um estroina errante que não passou do 2º ano da Universidade de Coimbra e que no secundário passava de colégio em colégio à procura de uma passagem de ano.
Se Portugal tivesse como Presidente um traidor seria o fim da macacada...a continuação do ridículo e do escárnio que envolve o país.
Apelo à gente do Portugalclube que publique o que souber das alocuções na Rádio Argel, da autoria de Manuel Alegre...

(Publicado por José Maria Martins)

Nota minha: Enquanto não chega a hora das eleições, há que dar forte e feio neste cobarde que, nem liberdade de espécie alguma é merecedor… vamos a ele, sem dó nem piedade, camaradas.

4 comentários:

TINTINAINE disse...

Nesse "Melro" eu não voto!
E ainda para mais aliado ao Zé da Covilhã que eu estou mortinho por ver pelas costas.
Façam como eu - escolham outro candidato que este não presta!

Piko disse...

Em democracia é isso mesmo Carlos, ouve-se toda a gente, reflecte-se nos prós e contras, o que nos agrada e o que nos desagrada e naturalmente deve usar-se o voto com a dignidade possível e sem ódios mortais contra ninguém, porque também não será por aí que resolveremos os nossos problemas de povo antigo e europeu!
Quanto a mim o grande problema dos portugueses foi e é de índole cultural, da falta de valores e nunca da falta de dinheiro como pretendem passar os viciados pelo poder e pelas mordomias, como muito bem aponta o meu bom amigo Valdemar Ferreira no seu último artigo!
Só com os valores do rigor e da exigência a começar de cima, sem olhar a nomes sonantes, mas a boas práticas, 90% dos nossos problemas começariam a ser resolvidos e os bons frutos haveriam de aparecer!
Mesmo no caos que têm vindo a semear estes parasitas do regime, vamos encontrar, aqui e ali, pessoas íntegras e que estão a lutar pela vida, à frente de empresas, algumas com 60 profissionais, exportando para países como o Brasil, Dubai, Espanha, Angola e outros cerca de 70% do que produzem, porque decidiram estratégias de exigência, que deixou de ser a prática de comando neste belo país!
Conheço e sei do que estou a falar e foi no terreno que recolhi estes dados e não no país de novelas em que transformaram um povo, que merecia ser mais astuto e menos ardiloso, e, que não é, porque o estão constantemente a amarrar para teias que só o empobrecem intelectualmente, porque lhes retiraram o descernimento!
Como tudo tem o seu fim, um dia isto irá mudar de figura, nem que seja a partir do caos, porque nós só repetimos o que já é conhecido há muitos e muitos anos:-« PARA GRANDES MALES, GRANDES REMÉDIOS!»
Pikó

António Páscoa disse...

O pior que pode acontecer é, este TRAIDOR ganhar com votos de pessoas, que ele ajudou a matar seus filhos!

edumanes disse...

Nesta altura todos dizem
De serem do povo aliados
A favor do povo nada fazem
Continuam a ser explorados.

Já não são acreditados
O povo os olhos vai abrindo
Como corruptos designados
Ao povo continuam mentindo.

Para o poleiro alcançar
Boas condições prometem
Para as eleições ganhar
Seu nariz em tudo metem?