quinta-feira, 29 de julho de 2010

LITERALMENTE GENIAL


Um Casal estava jogando golfe no quintal quando na terceira tacada o marido diz:
- Querida, tome cuidado ao acertar a bola, não vá mandá-la numa dessas casas e quebrar uma vidraça. Vai custar uma fortuna para consertar.
Mal termina a frase, ela dá a tacada e estilhaça uma vidraça.
O marido se desespera:
- Eu disse para tomar cuidado!
- E agora, como vai ser?
- Vamos até lá pedir desculpas e ver quanto vai ser o prejuízo.
Eles batem à porta e ouvem uma voz:
- Podem entrar.
Eles abrem a porta e vêem vidro espalhado pelo chão e uma garrafa quebrada perto da lareira.
Um homem sentado no sofá diz:
- Vocês são os que quebraram a minha janela?
- Sim. Sentimos muito e queremos pagar o prejuízo - responde o marido.
- De jeito nenhum. Eu é que quero agradecer-lhes. Sou um génio que estava preso nesta garrafa há milhares de anos.
Vocês me libertaram.
Posso conceder três desejos. Eu dou um desejo a cada um e guardo o terceiro para mim.
- Porreiro! - Diz o marido - Quero um milhão de dólares por ano, pelo resto de minha vida.
- Sem problema. É o mínimo que eu posso fazer. E você, o que gostaria de pedir? - Diz o génio olhando para a esposa.
- Quero uma casa em cada país do mundo, diz ela.
- Pode considerar o seu desejo realizado - diz o génio.
- E qual é seu desejo, génio? - Pergunta o marido.
- Bem, desde que fiquei preso nesta garrafa há milhares de anos não tive mais a oportunidade de fazer sexo.
O meu desejo é fazer amor com sua mulher.
O marido olha para sua esposa e diz:
- Bem, querida, nós ganhamos um monte de dinheiro e todas essas casas. Acho que ele não está pedindo muito.
O génio leva a mulher para o quarto e passa duas horas com ela.
Depois de terminar, ao vestirem-se, o génio olha para ela e pergunta:
- Quantos anos tem o seu marido?
- 35.
- E você?
- 29.
- Porra! E vocês ainda acreditam em génios?

5 comentários:

TINTINAINE disse...

Foskaaaaaaa-se, digo eu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Artur/Leiria disse...

E vão dois…

Artur/Leiria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Artur/Leiria disse...

Serve este espaço de comentário para vos mostrar os provérbios que vou encontrando e colocando no “Vira o disco e toca a mesma - Provérbios”. Só à minha conta somam tantos como 99 (noventa e nove)! Que tal mas uma ajudinha vossa… olhem que eu depois pago uma pinga e um ‘cafezinho’ à poveiro quando nos encontrar-mos. Valeu?

Não deitar foguetes antes da festa
Uns comem para viver outros vivem para comer
A montanha pariu um rato
Não devo nem ouço porque o meu dinheiro é meu moço
Come que nem um alarve
Está gordo como que nem porco
Cá se fazem cá se pagam
Morder pela calada
Foi um ar que lhe deu
Deu-lhe o badagaio
Fome com desespero é o melhor tempero
O que não mata engorda
Se não se morre da doença morre-se da cura
O que é doce nunca amargou
O dia de amanhã, ninguém o viu
Damos cabo da saúde para arranjar dinheiro
Damos cabo do dinheiro para arranjar saúde
Deus escreve direito por linhas tortas
Calvície é sinal de velhice
Comer melão quer vinho de tostão
Sabe nadar como um prego
Na tropa não se faz é para se ir fazendo
Quem espera desespera
Ricos de barriga cheia, o mal dividido pelos pobres da aldeia

PS: O comentário de cima foi eliminada por mim porque a coisa saiu dobrada… e isso não se quer. aqui só trabalho feito preceito, nada mais.

Saudinha!

TINTINAINE disse...

Que tal:
Pior a emenda que o soneto!