quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Amor Platónico

Na semana do casamento, a menstruação chega e causa um verdadeiro desespero na noiva, que aos prantos resolve ir desabafar com a mãe:
- Que azar, logo na semana do meu casamento tenho que ficar 'com o xico'!!!
- Sou uma desgraçada!
Como vai ser a lua-de-mel?!?! O meu futuro marido vai-se passar!!!
Ao ver a situação da filha, a mãe resolve ir falar com o noivo, afim de tranquilizar a filha
- Mas, Dona Maria - diz o noivo - diga à sua filha para não se preocupar com isso, são coisas que acontecem sem aviso prévio. Pode até ser por uma questão nervosa. A senhora pode ir para casa tranquila e, por favor, diga à sua filha que o ocorrido é um mero detalhe comparado ao nosso amor. Diga-lhe ainda que nesses dias ficaremos apenas pelo 'Amor Platónico'.
Aliviada, a sogra volta para casa rapidamente para acalmar a filha.
Filha, olha, fui falar com o teu noivo e ele compreendeu a questão. Ah, e disse também que nesses dias vocês iam ficar só pelo 'Amor Platónico'.
Quando a mãe já estava a sair do quarto, a filha perguntou:
-MÃE!!! Mas o que é 'Amor Platónico'???
Também não sei o que é filha. Mas em todo o caso, lava bem o cu e escova bem os dentes!

2 comentários:

Edumanes disse...

Cautela e caldo de galinha, nunca fizeram mal a ninguém,
vale por duas mulher prevenida
com o trânsito interrompido na auto estrada, como alternativa tem
as estradas nacionais ou municipais para lhe facilitarem a vida!

Tenhas amiga Artur Leiria, um bom dia, tarde ou noite, nesse país onde te encontras,
longe, como se costuma dizer do país que te viu nascer!. Um abraço.
Eduardo.

Artur Sousa disse...

Eduardo, caro amigo
És sempre aquela máquina
Sempre estarei contigo
Lendo o que dizes na prática...

Abraço!